Prefeito confirma adiantamento de 13º e salário dos servidores municipais

O Prefeito Lucio de anunciou nesta sexta-feira (4) o adiantamento do pagamento do salário do mês e da 2ª parcela do 13º salário. Toledo possui mais de 3.500 mil servidores públicos municipais e com o recebimento destes salários, o comércio deve ficar movimentado, devido às compras de final de ano em datas comemorativas, como o Natal. A primeira parcela foi paga em 31 de  julho.

Considerando que no dia 28 de Outubro se comemora o “Dia do Servidor Público”, ficou determinado que os créditos dos vencimentos sejam feitos antecipadamente para este dia. Em novembro, será realizado o pagamento da segunda parcela do 13º salário definido para o dia 20 de novembro, e o pagamento mensal no último dia útil do mês, no dia 29 de novembro.

Para o mês de dezembro, os pagamentos aos servidores serão realizados no dia 23. A Secretaria de Recursos Humanos, comunica aos servidores públicos que todos os cartões ponto devem ser entregues até o quinto dia útil de cada mês.

“Existem prazos a ser seguidos, por isso, os servidores municipais já foram avisados por meio de comunicado que estes pagamentos serão adiantados, para que possam programar seus gastos pessoais. Atualmente o Poder Executivo Municipal conta com 3549 servidores e com essa ação, a economia de Toledo cresce no final de ano também”, explica  Diretor do Departamento Administrativo da Secretaria de Recursos Humanos, Willian Voss.

“Essa é uma forma de valorizar os competentes profissionais que ajudam no desenvolvimento de Toledo. Além da valorização, é uma forma de respeito o pagamento dos créditos adiantados”, destacou o Prefeito Lucio de Marchi.

 

VALORIZAÇÃO DO SERVIDOR

O prefeito reforça ainda que a atual administração tem honrado os compromissos com servidores. Neste ano, foram concedidos a implantação do piso mínimo para quadro geral, implantação do piso para agentes de endemias, gratificação de responsabilidade técnica, pagamento do vale alimentação, reajuste salarial de 3,57% e o pagamento das pecúnias atrasadas desde 2015.

Foto: Michel Juliano.

 

Facebook Comments