Médico de Toledo pode ter sido vítima de H1N1

Os casos de gripe têm preocupado os órgãos de saúde de Toledo. Agora, um óbito é investigado diante da suspeita de H1N1.

A Secretaria de Saúde de Toledo investiga uma possível morte por gripe.

O caso em acompanhamento é do médico psiquiatra Orlando Cesar Cordeiro de Melo Serpa, de 59 anos, que foi a óbito na madrugada de terça-feira (7).

Segundo a Secretaria de Saúde, como o caso se tratava de uma síndrome respiratória aguda grave, foi coletado material e encaminhado para análise no Laboratório Central do Estado (Lacen), em Curitiba. O resultado deve ser divulgado em até 20 dias.

Este é o único caso de óbito suspeito de gripe H1N1 no município.

Até o momento em Toledo, 22 casos de pacientes com gripe agravada foram notificados, 10 foram descartados e 12 aguardam os resultados.

Todos os pacientes com síndrome respiratória grave são tratados com Tamiflu, independente do resultado do exame. Por isso a recomendação é que diante dos sintomas, a população busque o mais rápido possível atendimento médico.

 
Veja o vídeo:
 
 

Fonte: Redação Catve.com

Facebook Comments