Medicina da UFPR firma continuidade da parceria com Prefeitura

Em reunião realizada na semana passada entre o Prefeito Lucio de Marchi, representantes do Curso de Medicina da Universidade Federal do Paraná – UFPR Campus Toledo, e a Secretaria de Saúde, foi firmada mais uma vez a parceria entre as entidades. Na ocasião foi conversado sobre as expectativas da abertura de novos ambulatórios reforçando a qualidade dos trabalhos oferecidos à população de Toledo.

A parceria entre Prefeitura e UFPR já existe. O curso de Medicina da entidade trabalha em prol da Central de Especialidades, com ambulatórios, oferecendo serviços de angiologia, cardiologia, e além disso há o acompanhamento no tratamento em endocrinologia e pneumologia.  

“Para o próximo semestre vamos continuar com a cirurgia vascular, e com a cardiologia. Vamos abrir um ambulatório próprio de gastrologia, além do profissional da Prefeitura, nós teremos mais um ambulatório da universidade, que oferecerá  nefrologia, urologia, e dois ambulatórios de pediatria”, explica a Diretora do Campus, Cristina de Oliveira Rodrigues.

Com essa decisão, a Central de Especialidades em parceria com  a Universidade vai oferecer oito ambulatórios para a população. “A partir do dia 11 de fevereiro, inicia os atendimentos. Isso significa que terá mais consultas de especialidades para a população e sem custo para a Prefeitura, pois são os nossos profissionais que fazem isso”, salienta a Diretora.

Cristina ainda informa que em conversa com o Prefeito foi definido que houve possibilidade será ocupado a antiga Central de Especialidades e será disponibilizada para a Universidade e o Curso de Medicina, oferecendo ainda mais serviços para a população.

A Secretária de Saúde, Denise Liell, destaca que é muito importante para a população ter mais este espaço de saúde disponível. “Além de estar de acordo com aquilo que é o nosso compromisso, do curso de medicina, acaba refletindo na organização da assistência, porque nós temos aqui especialidades e profissionais de saúde que estão oferecendo serviços para a comunidade”.

A Secretária explica que hoje a demanda por médicos especialistas é muito grande, e dentro desta organização e deste fluxo de atendimento é possível incluir e resolver alguns problemas que é a oferta de serviços .

“Conseguimos avançar e ter um resultado positivo com relação a isso. Colaborando no processo de formação desses futuros médicos, pois os professores acompanham os alunos no processo de ensino e aprendizagem na prática”, salienta Denise.

 

Fonte: Assessoria de Comunicação.

Facebook Comments