IBGE confirma crescimento populacional de Toledo

Com uma população estimada em 140.635, Toledo mantém a 13ª posição no Estado entre os municípios mais populosos em 2019. Os números foram divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e confirmam um aumento de 1,46% em comparação a 2018, quando a estimativa era de 138.572. 

 

Toledo mantém um crescimento positivo superior a outros municípios do Estado e da Região. Cascavel, por exemplo, teve um crescimento de 1,21% no mesmo período. 

 

O Estado do Paraná também manteve a sétima posição entre os estados mais populosos do Brasil. Para 2019 a estimativa é que tenha um total de 11.433.957 habitantes, 0,75% a mais que em 2018. 

 

Para o Secretário de Administração, Moacir Neudi Vanzzo, esses números não causaram nenhuma surpresa, pois é nítida a tendência de expansão do município. Nesse sentido, ele cita a abertura de novas empresas como um indicativo dessa boa fase. 

 

Novas empresas

Em 2018 o Departamento de Receitas do Município registrou a abertura de 690 novas em empresas e a baixa de 214. Já em 2019, foram abertas 1.015 empresas, enquanto houveram 239 baixas. 

 

“O município vive um bom momento de desenvolvimento econômico. Aqui está bom para morar, está bom para viver. Isso atrai pessoas de toda a região. O setor imobiliário está aquecido, mas não temos mão-de-obra suficiente para acompanhar o crescimento, isso oportuniza a vinda de novos trabalhadores”, avalia Vanzo. 

 

Estrutura pública

A economia aquecida também obriga o poder público a estar constantemente realizando investimentos. “A abertura de novas empresas e da oferta de emprego também trás outros reflexos, como a necessidade de ampliação de vagas em escolas, em centros de educação infantil e de outros equipamentos e serviços públicos para dar conta dessa expansão populacional”, adverte o Secretário de Administração. 

 

O Prefeito Lucio de Marchi reforçou que um dos motivos que atraem tantos investidores para Toledo é justamente o fato de termos uma das melhores estruturas públicas. “Nossa cidade está organizada e todos os integrantes do Governo se desdobram para oferecer o melhor cenário para que os investimentos aqui aconteçam”, afirmou. 

 

MEI’s acompanham o crescimento

De Janeiro a agosto de 2019, Toledo registrou a abertura de 900 Micro Empresas Individuais (MEI’s) em comparação a 500 aberturas no mesmo período em 2018. Hoje já são 7.229 cadastros ativos no município. 

 

Em primeiro lugar, por ramo de atividade estão os cadastros relacionados a Construção Civil, em seguida o Comércio Vestuário e em terceiro, Salões de Beleza. 

 

Polo Universitário fomenta o crescimento populacional 

Outro fator que contribui com o crescimento populacional são os alunos dos cursos de ensino superior que saem de suas cidades para estudar em Toledo e, muitas vezes, optam em não retornar.

 

A acadêmica de Fisioterapia Carolaine Gonçalves tem 22 anos é um desses casos. Ela veio de Chapadão do Céu, no Estado de Goiás, para estudar em Toledo e não pretende voltar. Ela segue o exemplo da irmã, que veio para Toledo há cerca de 10 anos para fazer o curso de Direito e acabou firmando domicílio por aqui. 

 

“Eu amo Toledo! Vim pra estudar, mas vou casar o ano que vem e ficar por aqui. Inclusive vou abrir uma Clínica Estética e exercer minha profissão aqui na cidade. Em Chapadão do Céu eu não teria chances de crescimento profissional como em Toledo. Até já conversei com possíveis futuros clientes e aparentemente o negócio aqui vai dar bons frutos”, contou cheia de expectativas a estudante.

 

Ela tem familiares na região e os pais venderam tudo o que tinham em Goiânia para também decidir investir em Toledo. Já estão aqui há dois meses e estudam o ramo de atividade que devem se dedicar. 

 

Carolaine não terá apenas o apoio da família. As colegas de curso Caroline Maiara da Costa (22) e Rafaela Aline Vieira (22) também decidiram empreender seus negócios em parceria. As três amigas já deram entrada em suas Micro Empresas Individuais (MEI) e acreditam no potencial do município. Assim que se formarem irão exercer a profissão no mesmo espaço. 

 

“Toledo é uma cidade que evoluiu muito em pouco tempo e tem potencial para crescer ainda mais”, disse Rafaela. 

 

“Se as pessoas se dedicarem mais ao que gostam e sabem fazer a cidade seria melhor ainda. O negócio é deixar os medos de lado e acreditar no potencial da cidade”, alertou Caroline.

Com uma população estimada em 140.635, Toledo mantém a 13ª posição no Estado entre os municípios mais populosos em 2019. Os números foram divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e confirmam um aumento de 1,46% em comparação a 2018, quando a estimativa era de 138.572. 

Toledo mantém um crescimento positivo superior a outros municípios do Estado e da Região. Cascavel, por exemplo, teve um crescimento de 1,21% no mesmo período. 

O Estado do Paraná também manteve a sétima posição entre os estados mais populosos do Brasil. Para 2019 a estimativa é que tenha um total de 11.433.957 habitantes, 0,75% a mais que em 2018. 

Para o Secretário de Administração, Moacir Neudi Vanzzo, esses números não causaram nenhuma surpresa, pois é nítida a tendência de expansão do município. Nesse sentido, ele cita a abertura de novas empresas como um indicativo dessa boa fase. 

Novas empresas

Em 2018 o Departamento de Receitas do Município registrou a abertura de 690 novas em empresas e a baixa de 214. Já em 2019, foram abertas 1.015 empresas, enquanto houveram 239 baixas. 

“O município vive um bom momento de desenvolvimento econômico. Aqui está bom para morar, está bom para viver. Isso atrai pessoas de toda a região. O setor imobiliário está aquecido, mas não temos mão-de-obra suficiente para acompanhar o crescimento, isso oportuniza a vinda de novos trabalhadores”, avalia Vanzo. 

Estrutura pública

A economia aquecida também obriga o poder público a estar constantemente realizando investimentos. “A abertura de novas empresas e da oferta de emprego também trás outros reflexos, como a necessidade de ampliação de vagas em escolas, em centros de educação infantil e de outros equipamentos e serviços públicos para dar conta dessa expansão populacional”, adverte o Secretário de Administração. 

O Prefeito Lucio de Marchi reforçou que um dos motivos que atraem tantos investidores para Toledo é justamente o fato de termos uma das melhores estruturas públicas. “Nossa cidade está organizada e todos os integrantes do Governo se desdobram para oferecer o melhor cenário para que os investimentos aqui aconteçam”, afirmou. 

MEI’s acompanham o crescimento

De Janeiro a agosto de 2019, Toledo registrou a abertura de 900 Micro Empresas Individuais (MEI’s) em comparação a 500 aberturas no mesmo período em 2018. Hoje já são 7.229 cadastros ativos no município. 

Em primeiro lugar, por ramo de atividade estão os cadastros relacionados a Construção Civil, em seguida o Comércio Vestuário e em terceiro, Salões de Beleza. 

Polo Universitário fomenta o crescimento populacional 

Outro fator que contribui com o crescimento populacional são os alunos dos cursos de ensino superior que saem de suas cidades para estudar em Toledo e, muitas vezes, optam em não retornar.

A acadêmica de Fisioterapia Carolaine Gonçalves tem 22 anos é um desses casos. Ela veio de Chapadão do Céu, no Estado de Goiás, para estudar em Toledo e não pretende voltar. Ela segue o exemplo da irmã, que veio para Toledo há cerca de 10 anos para fazer o curso de Direito e acabou firmando domicílio por aqui. 

“Eu amo Toledo! Vim pra estudar, mas vou casar o ano que vem e ficar por aqui. Inclusive vou abrir uma Clínica Estética e exercer minha profissão aqui na cidade. Em Chapadão do Céu eu não teria chances de crescimento profissional como em Toledo. Até já conversei com possíveis futuros clientes e aparentemente o negócio aqui vai dar bons frutos”, contou cheia de expectativas a estudante.

Ela tem familiares na região e os pais venderam tudo o que tinham em Goiânia para também decidir investir em Toledo. Já estão aqui há dois meses e estudam o ramo de atividade que devem se dedicar. 

Carolaine não terá apenas o apoio da família. As colegas de curso Caroline Maiara da Costa (22) e Rafaela Aline Vieira (22) também decidiram empreender seus negócios em parceria. As três amigas já deram entrada em suas Micro Empresas Individuais (MEI) e acreditam no potencial do município. Assim que se formarem irão exercer a profissão no mesmo espaço. 

“Toledo é uma cidade que evoluiu muito em pouco tempo e tem potencial para crescer ainda mais”, disse Rafaela. 

“Se as pessoas se dedicarem mais ao que gostam e sabem fazer a cidade seria melhor ainda. O negócio é deixar os medos de lado e acreditar no potencial da cidade”, alertou Caroline.

 

Fonte: Prefeitura de Toledo.

Foto: Fabio Ulsenheimer.

Facebook Comments