Hospital Bom Jesus e Ministério Público firmam acordo para obras de prevenção de incêndios

O Ministério Público do Paraná e a Associação Beneficente de Saúde do Oeste do Paraná firmaram acordo para que sejam realizadas obras de adequação do Hospital Bom Jesus, em Toledo, para prevenção de incêndios.

A entidade filantrópica, mantenedora do hospital, é ré em ação civil pública movida pela Promotoria de Justiça de Habitação e Urbanismo de Toledo.

De acordo com a ação, o edifício do hospital, que conta com mais de 11.000 metros quadrados de construção, encontra-se com seu Certificado de Segurança reprovado pelo Corpo de Bombeiros, o que motivou o MPPR a exigir judicialmente a adequação da estrutura física do hospital.

Na ação, a Promotoria salienta o perigo de um incêndio de grandes proporções nas instalações do hospital, registrando o risco de uma catástrofe caso não ocorra a adequação do prédio, onde trabalham mais de 400 profissionais e são atendidas mais de 15.000 pessoas por ano, oriundas de toda a região Oeste do estado.

O MPPR já havia obtido decisão cautelar favorável em primeira instância, confirmada pelo Tribunal de Justiça.

Nesta semana, representantes da entidade hospitalar, o Ministério Público do Paraná e o Corpo de Bombeiros estabeleceram o acordo, fixando um cronograma de obras para a adequação física do hospital, que inclui diversas obras em sua estrutura física, a serem realizadas em dez etapas, com conclusão prevista entre dois e 48 meses.

Facebook Comments