5 Fatos Mostram Como Assis Se Tornou Uma Das Cidades Mais Promissoras do PR

Das cidades do Paraná que tiveram profundas transformações nos últimos anos, sem dúvidas, Assis Chateaubriand é uma delas.

Isso pode ser explicado levando em conta algumas mudanças que ocorreram na área urbana da cidade e também no âmbito econômico do município.

Durante o processo de industrialização que atingiu o Paraná nas últimas décadas, Assis continuou sendo um município predominantemente agrícola.

De acordo com um estudo realizado por  Vanessa Stafusa Sala Denuzi e publicado pela Unioeste, o município não alcançou aderência ao processo para diversificar a economia e impulsionar o desenvolvimento territorial, a exemplo do que ocorreu em municípios como Palotina.

“A pesquisa concluiu que as organizações econômicas do município de Palotina, mesmo com população e área territorial menor que o município de Assis Chateaubriand, foram as mais determinantes para que o município se tornasse mais dinâmico e mais atrativo ao capital”, diz o estudo.

Assis sofreu com carências que travam o desenvolvimento de qualquer município, especialmente no que diz respeito à emprego e renda, fatores determinantes ao desenvolvimento econômico local.

 

PORQUE ASSIS MUDOU?

Se hoje fizermos uma enquete com os chateaubriandenses e perguntarmos a eles porque Assis conseguiu se tornar uma cidade promissora, alguns talvez falem sobre representatividade política, outros sobre as melhorias que a cidade recebeu, mas com certeza todos vão lembrar de algo em comum:

O Frigorífico da Frimesa.

Assis vai ter nada menos que o maior frigorífico de suínos da América Latina, com investimentos que chegam na casa de R$ 1 bilhão, gerando milhares de empregos e trazendo os holofotes do Estado para Assis.

Apresentação do novo frigorífico de suínos em Assis. Foto: Copagril.

O anúncio da construção da unidade premiou o bom momento do município, animou a população e algumas vozes importantes da cidade até dizem que Assis deverá ser uma ‘nova Maringá’.

Ainda é cedo pra afirmar com toda a certeza tudo o que espera por Assis, mas de fato as projeções são bastante otimistas.

Para chegar neste patamar, a ‘Morada Amiga’ teve um caminho a percorrer e sem dúvidas houveram muitas contribuições.

Listamos aqui os 5 passos principais que fizeram com que o município se tornasse um dos mais promissores do Paraná.

 

Confira:

 

01 – Vontade Política:

Se você mora no Brasil, já deve estar cansado de saber que por aqui as coisas só funcionam direito se houver um negócio chamado de ‘vontade política’.

A captação de recursos para o desenvolvimento de uma cidade depende diretamente da representatividade do município e o relacionamento dos gestores com os representantes dos governos.

Nos últimos anos o ex-prefeito Marcel Micheletto resolveu muito bem essa equação e conseguiu elevar Assis para um novo patamar político.

Marcel Micheletto e Deputado Sérgio Souza apresentam projeto da Frimesa para o presidente Michel Temer. Foto: Assessoria.

O prefeito conseguiu alianças importantes e se projetou como uma grande liderança política regional/estadual, sendo eleito presidente de associações de municípios e se tornando voz ativa de pleitos das cidades da região.

Com isso, fez Assis aparecer cada vez mais no radar de lideranças estaduais e nacionais.

 

02 – Investimentos deram uma nova cara à cidade:

Com vontade política, vem também bons investimentos.

E um exemplo disso foram os projetos na área urbana da cidade, com investimentos em infraestrutura.

Entre eles, da Avenida Tupãssi, principal via da cidade e que abriga a maior parte do comércio.

Avenida Tupãssi em Assis Chateaubriand. Foto: Valdecir/Alchapar

A avenida, sem dúvida nenhuma, precisava ser remodelada e, cm isso, ganhou uma nova cara: ruas mais largas, novas calçadas, passarelas e um projeto paisagístico.

Hoje ela voltou a ser símbolo da cidade e trouxe muito mais autoestima para o comércio.

Aliado a isso, eventos como o Natal Luz, atraem os moradores, trazem visitantes e ajudam a impulsionar o comércio.

 

03 – Sociedade organizada cada vez mais forte

Assis possui instituições sólidas e que têm acompanhado também o desenvolvimento da cidade.

Exemplo disso é a Associação Comercial e Empresarial de Assis (ACIAC) que é a principal voz do comércio, realiza promoções, eventos e ajuda a impulsionar a economia local.

O município conta com outras importantes entidades da sociedade civil que possuem uma função sócio econômica importante.

Destaca-se também os eventos que são realizados em parceria público/privado, entre eles, a Expo Assis, que também conta com Festa das Nações e uma Exposição Comercial e Industrial.

Exposição Comercial e Empresarial de Assis Chateaubriand. Foto: ACIAC.

 

04 – Combate às Carências Que Atrasam o Desenvolvimento:

De acordo com a dissertação publicada pela Unioeste, a população apontou, em 2012, algumas carências que precisavam ser combatidas para que Assis trilhasse os rumos do desenvolvimento econômico e social.

Entre essas carências estavam: Investimentos em infraestrutura, leis de incentivo ao comércio, gestão pública eficiente, emprego e renda, empreendedorismo, entre outras…

Sala do Empreendedor foi criada em Assis e facilita a vida de empresários. Foto: Prefeitura.

Nos últimos anos, o município teve atuação destacada justamente no enfrentamento à estes anseios e criou novos mecanismos para o desenvolvimento econômico e territorial, criando leis e realizando parcerias com instituições.

 

05 – Investimentos públicos, privados e o tamanho da Frimesa:

Ainda segundo a publicação da Unioeste, as organizações políticas, econômicas e sociais de Assis se articularam para que o município avançasse.

Um exemplo desse avanço foi a mobilização para a implantação do Instituto Federal do Paraná (IFPR), como centro formador de mão de obra qualificada.

O município também teve abertura de novas empresas nos últimos anos, geração de postos de trabalho e, consequentemente, um incremento nos indicativos de emprego e renda.

E um dos aspectos mais importantes a se destacar é, de fato: o ‘tamanho da Frimesa’ para Assis Chateaubriand.

Marcel e Pegoraro visitam obras do frigorífico da Frimesa. Foto: Assessoria.

Para se ter uma ideia, o novo frigorífico vai colocar o Paraná no topo do mercado de suínos.

Segundo informações da Gazeta do Povo e Folha de Londrina, a expectativa é que até 2030 a capacidade de abate chegue a 15 mil cabeças por dia.

Com isso, a Frimesa, que é uma central de cinco cooperativas filiadas (Lar, C.Vale, Copacol, Copagril e Primato), vai saltar seu volume produtivo de atuais 6,9 mil para 22 mil animais processados diariamente.

Publicação mostra o tamanho da Frimesa para Assis. Fonte: Info Obras.

Ao todo, a área construída atingirá a marca de 140,9 mil metros quadrados num terreno de 115 hectares. Inicialmente serão gerados três mil empregos diretos e outros quatro mil quando o empreendimento estiver completo.

 

Tudo isso dá a dimensão do que ainda espera por Assis Chateaubriand nos próximos anos: Mais investimentos e desenvolvimento.

É o que toda a população espera.

 

Autor: Murilo Battisti – Zoom Oeste/Portal Zoom

 

Fontes utilizadas nesta reportagem:

D455o Organizações e desenvolvimento local : o papel dos atores locais nos municípios de Assis Chateaubriand e Palotina – PR / Vanessa Stafusa Sala Denuzi. – Toledo, PR : [s. n.], 2012. Link: http://tede.unioeste.br/handle/tede/2309#preview-link0

Ipardes – Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social.

Folha de Londrina. Link: https://www.folhadelondrina.com.br/folha-rural/frigorifico-da-frimesa-colocara-estado-no-topo-do-mercado-de-suinos-991832.html

Gazeta do Povo. Link: http://www.gazetadopovo.com.br/agronegocio/pecuaria/frimesa-inicia-hoje-obras-do-maior-frigorifico-do-brasil-8hkx2k9qiu070kfdvr7sx6mi9

Assessoria de Comunicação/Prefeitura de Assis Chateaubriand.

Facebook Comments