Em Toledo, inclusão social inicia dentro das Escolas Municipais

A Prefeitura de Toledo, por meio da Secretaria de Educação e Saúde realiza mais um investimento para a inclusão social. Dessa vez, as Escolas da rede municipal de ensino irão receber nos próximos dias cadeiras e carteiras adaptadas que fazem parte do Projeto de Mobiliário Adaptado. Os investimentos são de aproximadamente R$ 15 mil.

A ação tem como objetivo promover adequação postural e alinhamento biomecânico em alunos com disfunções neuromotoras. Sendo elas a paralisia cerebral, hidrocefalia, entre outras. Nesse contexto, o foco é dar mais conforto e funcionalidade no ambiente escolar para esses estudantes. O projeto contempla as escolas conforme demanda.

Os alunos selecionados devem se enquadrar no perfil. Após isso, eles são encaminhados para o Ambulatório de Saúde Mental, no Serviço de Terapia Ocupacional. O aluno que recebe o equipamento têm o uso continuo do mesmo até sair da escola. Além disso, pode ser realizado um empréstimo do mobiliário para as escolas estaduais que necessitam, devendo ter o termo de devolução assim que conseguirem o objeto via governo do Estado.

A Terapeuta Ocupacional da Prefeitura, Patricia Hoffmann, explicou o que este ano o projeto teve um diferencial. “Foram duas reformas de mesa e cadeira para aluno com Transtornos do Espectro Autista (TEA), com o objetivo de adequação de comportamento. Outro ponto foi a reforma de mesa e cadeira do Centro de Atendimento Especializado para deficientes Visuais (CAEDV), com serviço de estimulação visual que fica anexo a Escola Borges de Medeiros”, informou Patrícia.

As Escolas Municipais de Toledo que estão recebendo os novos mobiliários são as escolas Antonio Scain; Tancredo Neves; Escola Valmir Grande; Escola Doutor Borges de Medeiros; Escola Ecológica; Distrito de Vila Nova, na Osvaldo Cruz.

 

Inclusão social: Uma referência no município

Ainda dentro da barriga de sua mãe, o pequeno Wislley Pinheiro Aguera já dividia espaço com o seu irmão gêmeo, William Pinheiro Aguera. Um problema durante a gestação deixou Wislley impossibilitado de ter a coordenação motora normal. Hoje as crianças estão com 10 anos de idade.

Um garoto cheio de vida e com vontade de estudar chegou à Escola Municipal Antônio Scain neste ano. Os pais de Wislley e William decidiram que os filhos precisavam de uma atenção melhor. Por isso, saíram do município onde moravam e vieram para Toledo. E moram logo pertinho da Antonio Scain, no Jardim Pancera, próximo ao Filadelfia.

“Quando eu crescer quero ser como o meu pai. Trabalhar no que ele trabalha. Ser grande e forte. Eu sei que sou especial, porque todas as crianças são, não é mesmo?”, disse Wislley.

O garotinho ainda contou que às professoras, alunos e os colaboradores da escolas, fazem com que ele goste mais ainda de estar naquele local. “É muito legal estudar aqui. E com o meu irmão fica mais legal ainda. Ele cuida de mim, e eu cuido dele. Com essa nova mesa eu vou poder me concentrar mais de agora em diante, e vou me dedicar mais ainda”.

 

A importância da educação

Alguns dizem, e todos deveriam dizer, que bons professores são inestimáveis. Se importar com a educação e a saúde dos alunos do município é um dos principais focos da administração municipal.

A Diretora da Escola Antônio Scain, Debora Turetta, afirma que a inclusão é necessária na sociedade, e nas escolas não deve ser diferente. “Independente da situação, sempre deve existir investimentos na qualidade de vida. Para que a educação, dentro das Escolas, continuam sendo referências nos quesitos de inclusão de qualquer tipo de pessoa”, destaca a diretora.

Facebook Comments