De onde surgiu a brincadeira do Fusca Azul?

Quais eram as brincadeiras preferidas que você e seus amigos tenham adoptado na infância? Aposto que você lembrou de pique-pega ou pique-esconde. Duas atrações maravilhosas para os que tinham menos de 12 anos. No entanto, outro clássico de crianças de antigamente era a brincadeira do Fusca Azul. Há até mesmo adultos, aqueles que uma vez ou outra, entram na diversão. Apesar de os jovens que nasceram do fim da década de 1990 para frente, talvez nunca tenham ouvido falar do Besouro Azul, antes, quem já passou dos 25 há algum tempo, é provável que lembrar o assunto.

A brincadeira do Fusca Azul é muito simples: cada vez que alguém avistasse um fusca azul, tinha o direito de dar um tapa na pessoa que estivesse ao lado. Dependendo do lugar onde você está, existem variações da brincadeira. Por exemplo, eu, que, quando menino brincava de besouro azul com fuscas amarelos: se eu visse um fusca amarelo tinha o direito de dar um soco (é um pouco mais violento e nada indicativo) o companheiro que estava ao lado. Apesar das variações, o jogo tem as mesmas bases. A pergunta que fica é: qual é a origem da brincadeira do Fusca Azul?

Besouro Azul

imagem29-08-2018-06-08-19

A verdade é que não existe uma origem certo da piada. Tudo o que temos são várias as lendas urbanas que rodeiam o começo dela. A principal delas afirma que o jogo começou nos anos 1960, e não foi no Brasil. Tudo indica, segundo esta teoria, que o jogo nasceu nos Estados Unidos. Por lá, o besouro é, na verdade, originalmente chamado de Besouro. Por outra parte, esta é a marca do carro, na verdade. Por lá, ele é chamado de Erro ou Erros, que em tradução literal significa inseto. Também por lá a brincadeira é chamado punch buggy, que significa amassar insetos.

Já outra teoria aponta que ela começou muito antes, no século 20. A teoria afirma que quem inventou a brincadeira foi Henry Ford, um dos grandes empresários que foram os responsáveis de automobilismo no mundo moderno. Na época, os veículos saiam de fábrica apenas na cor preta. Até que certo dia, os modelos de Ford T começaram a sair em um tom azul escuro, devido a um erro na hora da coloração. Dizem que, neste momento, Henry deu um tapa nas costas do mantenedor do erro. Desde então, os carros de cores, foram usados apenas pelos funcionários da empresa, que repetiam o ato de dar um tapa em quem estivesse ao lado, cada vez que um carro colorido, saia da fábrica.

Você acredita em alguma das duas teorias? Ou você acha que realmente são apenas lendas urbanas que nunca aconteceram? Comenta aqui com a gente e não deixe de compartilhar esta notícia em suas redes sociais. E para você que também atuava como besouro amarelo, aquele abraço.

Facebook Comments